Sancionada alteração da Lei Maria da Penha para proteção do nome da vítima


Autor: De Vivo, Castro, Cunha e Whitaker Advogados / Data: 14 de junho de 2024
Em 22/05/2024 foi sancionada Lei n. 14.857/24, que altera a Lei n. 11.340/06 (Lei Maria da Penha), para determinar o sigilo do nome da vítima ofendida nos casos de investigação de crime de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Foram incluídos o artigo 17-A e seus § único para determinar que o “nome da ofendida ficará sob sigilo nos processos em que se apuram crimes praticados no contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher”, uma medida essencial para resguardar a dignidade e a privacidade das mulheres afetadas. É importante destacar que o sigilo é aplicado apenas ao nome da vítima, deixando o nome do autor do crime e outros dados do processo disponíveis ao público.

A alteração da Lei Maria da Penha pela nova legislação busca fornecer uma camada adicional de proteção às mulheres, preservando não apenas sua integridade física, mas também seu bem-estar mental e psicológico. Essa medida é crucial para evitar a revitimização, um fenômeno em que a vítima é exposta a novos traumas devido à publicidade de seu caso.

 

Na cerimônia de sanção, realizada no Palácio do Planalto, foi destacado que essa medida permitirá que as mulheres busquem justiça sem o medo da exposição pública de suas vidas privadas.

A Lei 14.857/24 representa um passo importante na luta contra a violência doméstica e familiar, promovendo um ambiente mais seguro e respeitoso para as vítimas que buscam justiça.

 

 

Relacionados

  • Norma sobre atuação do encarregado pelo tratamento de dados pessoais é aprovada pela ANPD

    17 de julho de 2024

    Autor: De Vivo, Castro, Cunha e Whitaker Advogados

    Foi publicada, nesta data, no Diário Oficial da União, a Resolução CD/ANPD n.º 18 de 16 de julho de 2024, que aprova o Regulamento sobre a atuação do Encarregado pelo tratamento de dados pessoais.

    Ler artigo
  • Sancionada alteração da Lei Maria da Penha para proteção do nome da vítima

    14 de junho de 2024

    Autor: De Vivo, Castro, Cunha e Whitaker Advogados

    Em 22/05/2024 foi sancionada Lei n. 14.857/24, que altera a Lei n. 11.340/06 (Lei Maria da Penha), para determinar o sigilo do nome da vítima ofendida nos casos de investigação de crime de violência doméstica e familiar contra a mulher.

    Ler artigo
  • Publicado Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) 2024 da Prefeitura de São Paulo

    18 de abril de 2024

    Autor: De Vivo Castro

    O Decreto 63.341 (DOM 11.04.24) regulamentou o novo PPI 2024, instituído pela Lei 18.095/24, no qual poderão ser incluídos (i) os débitos decorrentes de créditos tributários e não tributários, inclusive os inscritos em dívida ativa (ajuizados ou a ajuizar), cujo fato gerador tenha ocorrido até 31/12/2023, e (ii) os débitos tributários remanescentes de parcelamentos em andamento.

    Ler artigo