APROVADA PEC 17/2019 – Senado Aprova PEC que torna a proteção de dados pessoais. Inclusive nos meios digitais, um direito fundamental.


Autor: - / Data: 10 de dezembro de 2021
Foi aprovada na última quarta-feira, 20 de outubro, a Proposta de Emenda à Constituição Federal que torna a proteção de dados pessoais um direito fundamental.A mencionada Proposta de Emenda (PEC 17/2019), de autoria do senador Eduardo Gomes, foi aprovada no Senado em julho de 2019 e posteriormente encaminhada à Câmara dos Deputados, que aprovou o texto com alterações em 31 de agosto de 2021. Em razão das alterações no texto, a matéria retornou para análise dos senadores. As duas alterações no texto da Proposta versaram sobre a introdução da proteção dos dados pessoais em dispositivo específico (artigo 5º com seu novo inciso LXXIX), ao invés da redação anterior que previa a proteção de dados no dispositivo que garante ao indivíduo a inviolabilidade de suas comunicações (inciso XII do artigo 5º) e sobre a atribuição à União das competências de organizar e fiscalizar a proteção e o tratamento dos dados pessoais.De acordo com a relatora da Proposta, Simone Tebet, ao atribuir à União as competências de organizar e fiscalizar o tratamento de dados pessoais, o funcionamento da ANPD- Autoridade Nacional de Proteção de Dados recebe abrigo constitucional.#LGPD #direitodigital #direitofundamental #protecaodedados #DeVivoCastroCunhaWhitakerAdvogados #TodosContraOCoronavirus #DeVivoPelaVida #Dvwca

Relacionados

  • A corrida pelos planejamentos patrimoniais e sucessórios

    17 de abril de 2024

    Autor: Claudia Lopes

    O Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação, conhecido no Estado de São Paulo como ITCMD, é um tributo estadual incidente sobre bens e direitos transmitidos por força do falecimento do seu titular (causa mortis) ou em razão de cessão não onerosa entre vivos

    Ler artigo
  • Atenção: Sua empresa poderá receber citações de ações judiciais sem seu conhecimento

    7 de março de 2024

    Autor: Andressa Leonardo Fujimoto

    O Conselho Nacional de Justiça em parceria com o PNUD e FEBRABAN, criou o chamado DOMILÍCIO ELETRÔNICO, como forma de centralizar todas as comunicações processuais, incluindo citações e intimações, de forma eletrônica, às pessoas físicas e jurídicas cadastradas. Tal sistema será obrigatório e conectará todos os Tribunais brasileiros, substituindo as comunicações físicas.

    Ler artigo
  • Recusa ao oferecimento de seguro-garantia em execuções fiscais

    16 de fevereiro de 2024

    Autor: Marco Favini

    O sócio Marco Favini aborda, em artigo, o seguro-garantia como instrumento de penhora de débitos tributários no âmbito das execuções fiscais e a recusa por autoridades estaduais e municipais que alegam a não idoneidade da opção ao não se prestar à garantia por ter prazo de vigência determinado.

    Ler artigo